Como criar um site CMS do zero

Como criar um site CMS do zero


Entre uma variedade de opções de criação da web que você pode encontrar no nicho contemporâneo do design da web, o uso do CMS continuará sendo o objetivo que pode atender às necessidades de diversas categorias de usuários. Os sistemas de gerenciamento de conteúdo são programas poderosos que fornecem uma ampla variedade de ferramentas de design da web necessárias para iniciar e gerenciar efetivamente qualquer tipo de projeto. Esses sistemas diferem nos objetivos e na funcionalidade e nem todos são fáceis de dominar desde o início.

O conhecimento dos conceitos básicos de web design é desejável aqui, enquanto o resultado sempre vale a pena investir tempo e esforço. Os sites criados com o CMS geralmente se destacam entre o público devido ao seu design contemporâneo atraente, desempenho avançado e capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Então, o que é necessário para iniciar um site do CMS e quais são as etapas essenciais do processo? É hora de descobrir isso agora.

Como criar um site CMS

Se você está certo em escolher um CMS para seu projeto de web design, lembre-se das etapas a seguir que você deve seguir para torná-lo um sucesso.

  1. Escolha uma plataforma. Antes de lançar um site, escolha o CMS que melhor atenda às suas necessidades e expectativas finais de desenvolvimento da web. Você pode se interessar por vários sistemas, mas avalie todos os prós e contras de cada um deles para fazer a escolha da qual não se arrependerá depois.
  2. Pense no nome do domínio. O domínio do seu site deve ser memorável, simples e fácil de usar. Não deve demorar muito – o principal requisito é torná-lo relacionado à marca, relevante para o nicho e otimizado para SEO. Tome seu tempo para escolher o seu.
  3. Leia também: O que é um nome de domínio e como os domínios funcionam?.

  4. Selecione Hospedagem. Antes de instalar o sistema, cuide também da escolha da hospedagem. Lembre-se de que nem todos os CMS vêm com soluções de hospedagem integradas. Alguns deles permitem a liberdade de escolha, pois a seleção de provedores de hospedagem é realmente impressionante. Uma das melhores opções, porém, é Bluehost. Ele vem com fortes taxas de tempo de atividade, velocidade rápida de carregamento de páginas da web, ferramentas de segurança confiáveis, diversas opções de integração e preços acessíveis. Portanto, o plano básico do sistema, que vem adicionalmente com uma opção de escolha de nome de domínio, custará apenas US $ 2,95 / mês – é quase impossível encontrar uma oferta tão razoável em outro lugar.
  5. Leia também: Classificação dos melhores provedores de hospedagem na web.

  6. Instale o CMS. O próximo passo é instalar a plataforma que você escolheu. Geralmente, o processo de instalação é fácil, rápido, intuitivo e leva apenas alguns minutos. Basta concluir as etapas que o sistema oferece e copiar os arquivos para seu host.
  7. Escolha e instale os plugins. Na medida em que quase todo o CMS respeitável exige a instalação de plug-ins, faz sentido fazer isso desde o início. Os plug-ins adicionam funcionalidade ao seu projeto. No entanto, se você não planeja lançar um projeto complicado com todos os recursos, pode ficar sem eles. Lembre-se de que os plug-ins são gratuitos e pagos – os últimos são mais seguros e confiáveis, o que os faz valer o investimento.
  8. Personalizar o design. Assim que você terminar a instalação do plug-in, é hora de escolher um tema adequado e personalizar o design do seu site. Quase todos os CMS vêm com modelos integrados, mas você também pode encontrar várias variantes na web. Assim como os plugins, os modelos também podem ser gratuitos e pagos, o que também pode ter um impacto direto sobre sua qualidade e segurança. Cada CMS vem com suas ferramentas de personalização de design que possibilitam criar e editar páginas da Web, adicionar logotipos e menus, projetar o layout do site etc..
  9. Carregar Conteúdo. Quando você concluir a personalização do design da web, poderá começar a enviar o conteúdo. A maioria dos modelos contém conteúdo pré-projetado, que chega ao nicho ao qual pertence. Você pode substituir o conteúdo por suas próprias informações (imagens, texto, arquivos de mídia etc.) para obter um projeto personalizado exclusivo.
  10. Fique online. A etapa final implica a publicação do site. Não se esqueça, no entanto, de preencher as configurações de SEO e conectar o sistema de análise para acompanhar o desempenho do seu site posteriormente.

Melhores criadores de sites CMS

Quando se trata da escolha dos melhores criadores de sites do CMS, você deve perceber que existem muitos deles por aí. No entanto, apenas vários serviços realmente merecem atenção, se você deseja obter um resultado digno para atender às suas necessidades, requisitos e orçamento. Estes são WordPress, Joomla, Drupal e Concrete5. É hora de analisar cada um deles agora.

1. WordPress

WordPress

WordPress – é o CMS, que não requer nenhuma apresentação, mesmo que seja a primeira vez que você decide lançar um site com esse tipo de serviço. Este é de longe o mais popular e amplamente utilizado sistema de gerenciamento de conteúdo, que já alimentou milhões de sites em todo o mundo. A plataforma se destaca da multidão devido às suas extensas opções de integração, ampla comunidade de usuários, abundância de modelos e ferramentas de personalização de design. O sistema é flexível e fácil de dominar, mesmo que você não seja um profissional de web design. No entanto, prepare-se para explorar o básico do design da web, ao trabalhar com ele, pois o WordPress realmente implica experiência e habilidades de programação.

Recursos

Editor do WordPress

O WordPress foi lançado inicialmente para iniciar e gerenciar blogs. Assim, continua sendo o melhor CMS de blogs de todos os tempos, oferecendo várias ferramentas e recursos de alto nível. O que você pode fazer para iniciar um blog aqui é adicionar, editar, agendar e atualizar postagens, configurar feeds de assinatura de RSS e e-mail, ativar o recurso de comentários do usuário, integrar arquivos de mídia, escolher e personalizar o design do blog etc..

O WordPress oferece liberdade criativa e várias opções de personalização de design. Basta navegar no painel de controle para ver uma variedade de ferramentas que você pode aplicar para criar um design exclusivo do site. A integração de plug-ins é um dos destaques do serviço, o que torna possível obter um recurso exclusivo do site usando os recursos que o sistema atualmente não possui. Ao mesmo tempo, a integração de plug-ins requer a máxima atenção e compreensão do assunto. Isso é necessário para evitar o malware potencialmente associado a plug-ins de terceiros.

Além da integração de plugins, o CMS também é conhecido por seu recurso de incorporação de mídia social. Você não precisa se registrar nas redes sociais populares separadamente, pois elas já estão integradas ao sistema por padrão..

Desenhos

O CMS vem com uma variedade surpreendente de modelos, que podem ser encontrados na web. Sua própria coleção não é muito rica; portanto, definitivamente faz sentido escolher e integrar modelos de terceiros, que atendem às suas necessidades individuais de design da web. Os designs do WordPress estão disponíveis em variantes gratuitas e pagas. Os projetos pagos apresentam melhor qualidade e não são tão arriscados quando se trata de ameaças de malware e spam.

Custo

Geralmente, o WordPress é um CMS gratuito para todas as categorias de usuários. Você pode baixar, instalar e usar o conjunto de recursos básicos do serviço, sem nenhum custo. No entanto, se você decidir aumentar o desempenho do site e adicionar funcionalidades a ele, não precisará comprar modelos e plug-ins extras na web. Além disso, você precisará obter hospedagem e nome de domínio para ficar on-line e tornar seu projeto acessível ao público-alvo.

Leia também: Revisão do WordPress.

Experimente o WordPress agora

2. Joomla

Joomla

Joomla – é outra plataforma popular, que ocupa o segundo lugar depois do WordPress na lista de sistemas de gerenciamento de conteúdo contemporâneos. Isto é o software livre, que possibilita iniciar e gerenciar projetos, que diferem em complexidade e nível de masterização. Se você nunca trabalhou com plataformas desse tipo, deve saber que o Joomla é um pouco mais complicado que o WordPress e, portanto, é preciso mais esforço, tempo e habilidades para dominá-lo e usá-lo.. Enquanto o WordPress é inicialmente um serviço focado em blogs, o Joomla pode ser usado para iniciar diferentes tipos de sites, incluindo projetos de negócios e páginas de entrada. É uma boa escolha para freelancers, pequenas e grandes empresas e profissionais de web design.

Recursos

Joomla Dashboard

Assim como o WordPress, o Joomla é impensável sem a integração de plugins. Existem muitos plugins gratuitos e pagos especialmente projetados para o Joomla. Cabe a você escolher entre várias variantes gratuitas e pagas, mas lembre-se do aspecto de segurança. A escolha adequada de plug-ins, no entanto, trará seu site para um novo nível a longo prazo.

A integração com aplicativos e serviços de terceiros úteis e funcionais também é possível aqui. O Joomla permite adicionar os seguintes aplicativos: LiceChat, Zendesk, Campaign Monitor, Active Campaign, Constant Contact, Bitium, LiveAgent, ZohoSalesIQ, Post-Affiliate Pro, Bookeo Appointments, Kayako e Vision Helpdesk para mencionar alguns.

O CMS cobre um amplo espectro de necessidades de criação de sites. Para permitir que você expresse liberdade criativa, o sistema o encarrega do processo de design da web. O que você pode fazer aqui é controlar as opções de gerenciamento de conteúdo do seu projeto, bem como os recursos do banner e o desempenho do usuário. O gerenciador de idiomas do serviço será uma enorme vantagem para os usuários que pretendem criar sites multilíngues. Ao usar a ferramenta integrada, você pode ajustar as configurações de idioma necessárias para iniciar qualquer versão do idioma do site.

Desenhos

A coleção de modelos integrada da plataforma não é muito rica, embora a qualidade dos projetos seja bastante alta. Felizmente, a web está cheia de modelos profissionais do Joomla que você pode usar, se não conseguir encontrar o modelo definido no sistema. Desenvolvido por web designers de terceiros e membros da comunidade, os designs do Joomla são gratuitos e pagos. Sua qualidade também difere. O fato de os modelos gratuitos não serem seguros para projetos de grande escala é bastante persuasivo para os usuários, que pretendem obter projetos completos de qualidade.

Custo

Como um CMS de código aberto, o Joomla é totalmente gratuito para todos. Você pode fazer o download, instalar e trabalhar com ele sem nenhum custo. Assim, o tempo que você pode gastar explorando o conjunto de recursos do serviço é ilimitado. Lembre-se de que a quantidade predominante de ferramentas e recursos integrados do sistema tem funcionalidade limitada. Para lançar um site profissional completo com o Joomla, é obrigatório receber modelos pagos, plugins e aplicativos de terceiros. O mesmo é sobre nome de domínio e hospedagem.

Leia também: Revisão do Joomla.

Experimente o Joomla agora

3. Drupal

Drupal

Drupal – é o sistema de gerenciamento de conteúdo de código aberto, que oferece amplas opções de personalização de design. O sistema funciona muito bem para o desenvolvimento de pequenos, médios e grandes projetos de negócios. No entanto, também é possível criar outros tipos de site com a plataforma. O Drupal é frequentemente usado por estúdios e freelancers profissionais de web design, que se concentram na criação de sites personalizados para clientes.

Recursos

Painel Drupal

Assim como outros CMS populares, o Drupal garante opções de integração de plugins profundos e flexíveis. O sistema não pode oferecer uma escolha suficiente de plug-ins e aplicativos por padrão. Em vez disso, os usuários podem encontrar muitas variantes online. O serviço também permite escolher e adicionar módulos e designs, que chegam principalmente à especialização do seu site. Quanto à integração do CMS com sistemas e aplicativos de terceiros, o Drupal oferece uma ampla seleção de serviços que você pode escolher para aumentar o desempenho do site. Isso inclui Zendesk, Bitium, Google Analytics, LinkedIn, Zapier, HubSpot, MailChimp, ShoutEm, iPaper, Magento, Salesforce, Twitter e alguns outros sistemas conhecidos.

O Drupal vem com opções de gerenciamento de usuário convenientes e práticas que contribuem para o upload seguro e rápido de conteúdo e sua edição adicional. O menu avançado do sistema simplificará o processo de adição de diferentes tipos de conteúdo (imagens, vídeos, arquivos de mídia, postagens em blogs, pesquisas etc.). Além disso, o Drupal oferece gerenciamento excepcional de conteúdo e gráficos.

Desenhos

Como sistema de gerenciamento de conteúdo, o Drupal não pode oferecer uma seleção tão extensa de modelos integrados como os criadores de sites contemporâneos, por exemplo. Os temas internos funcionam bem para o desenvolvimento de projetos pessoais ou para a exploração do sistema. É isso aí. Se você direcionar grandes audiências, definitivamente precisará procurar modelos de terceiros na web. Felizmente, existem muitos temas de alta qualidade projetados especialmente para o Drupal por desenvolvedores profissionais, estúdios da web e usuários da comunidade. Os designs do Drupal são gratuitos e pagos. Estes últimos são mais seguros e profissionais. Assim, eles valem o investimento, se você espera obter um site completo para atender às suas necessidades e objetivos de negócios.

Custo

Drupal é um software CMS gratuito que acompanha o código-fonte aberto. Você pode fazer o download e instalar o sistema sem nenhum custo, mas é necessário muito para tirar o máximo proveito de sua funcionalidade. Para começar, você precisará obtenha o nome de domínio e escolha um provedor de hospedagem, bem como um dos planos que ele oferece. O custo dos planos será diferente em relação aos termos e serviços incluídos. Em segundo lugar, você precisará investir em modelos de qualidade, plug-ins e aplicativos de terceiros que contribuirão para o desempenho do seu site.

Leia também: Revisão do Drupal.

Experimente o Drupal agora

4. Concreto5

Concreto5

Concreto5 – é um CMS de código aberto poderoso e inovador, que possibilita iniciar e gerenciar sites de maneira abrangente e conveniente. Na verdade, este é um dos sistemas que fornece funcionalidade avançada sem nenhum custo, sem comprometer o resultado. Os sites criados com o Concrete5 parecem modernos e funcionais. No entanto, o CMS é mais complicado do que muitos de seus concorrentes e, portanto, implica em uma profunda curva de aprendizado. Ao se acostumar com seus recursos, você poderá criar diferentes tipos de projetos.

Recursos

Concrete5 Dashboard

O CMS oferece recursos de personalização de design dignos para atender a várias preferências e necessidades. Existem muitos plug-ins e complementos principais suportados, que você pode encontrar online e integrar no seu projeto para ampliar sua funcionalidade. Muitos desses complementos são atualizados automaticamente regularmente. O CMS também vem com o construtor de formulários integrado, que permite criar, editar e atualizar facilmente os formulários on-line disponíveis no seu site..

Além disso, o sistema garante instalação rápida, opções abrangentes de integração de plugins, atualização com um clique, direitos de permissão do usuário, sistema de relatórios integrado etc. O CMS garante edição intuitiva do site, enquanto os projetos criados com ele são bem otimizados para os mecanismos de pesquisa.

Desenhos

A plataforma possui sua própria coleção de modelos integrados, que apresentam boa qualidade e são personalizáveis. No entanto, o número de temas disponíveis pode não ser suficiente para atender às necessidades de design da web de todos os usuários do sistema. Nesse caso, o serviço possibilita a integração de temas de terceiros disponíveis na web. Eles são projetados por desenvolvedores da Web especialmente para o Concrete5 e vêm em duas variantes possíveis – grátis e pagas. Os modelos gratuitos também têm boa qualidade, mas não são tão seguros em comparação aos designs pagos devido à ameaça potencial de malware.

Custo

Assim como seus principais concorrentes analisados ​​acima, o Concrete5 é totalmente gratuito. Você não precisa pagar nada para baixar, instalar e usar o serviço. Ao mesmo tempo, é impossível chamar o sistema de graça. Para aproveitar ao máximo seu conjunto de recursos, você precisará pagar pelo nome de domínio, provedor de hospedagem, plug-ins extras, modelos, complementos e aplicativos. O custo final de um projeto dependerá da quantidade de recursos extras que você deseja integrar ao seu site, bem como do plano e design de hospedagem (se houver) que você escolherá.

Experimente o Concrete5 agora

Como escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo certo

Escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo certo geralmente é um desafio. Isso preocupa especialmente usuários que nunca trabalharam com essas plataformas antes e, portanto, desconhecem seus parâmetros e principais características.

Na verdade, a decisão final deve depender de uma variedade de fatores. Isso inclui suas habilidades de web design, tipo de projeto que você precisa, o objetivo que você persegue, o orçamento que você está pronto para investir em seu desenvolvimento e as características da própria plataforma. Ao mesmo tempo, é possível definir recursos e requisitos gerais semelhantes a todos os tipos de CMS encontrados ao fazer sua pesquisa:

  • Conveniência e facilidade de gerenciamento de sites;
  • natureza intuitiva;
  • Opções de integração;
  • Custo (incluindo hospedagem e nome de domínio)
  • Segurança;
  • Atualizando opções;
  • Recursos de personalização de design incluídos;
  • Facilidade de SEO;
  • Escalabilidade;
  • Recursos de gerenciamento de conteúdo.

Esses são os aspectos obrigatórios que você deve prestar atenção ao escolher o melhor CMS. O restante dos pontos essenciais depende dos parâmetros individuais de cada sistema em que você está interessado. De qualquer forma, se você conseguiu encontrar o CMS que atende aos requisitos listados acima, definitivamente vale a pena prestar atenção.

Bottom Line

A disponibilidade e a rica seleção de tipos de software podem tornar a eventual escolha do CMS um verdadeiro desafio, especialmente para iniciantes. O que você deve se preocupar ao explorar os serviços mais populares é a variedade de recursos, opções de integração e ferramentas especiais fornecidas. Mas não é isso. A maioria dos CMS exige hospedagem e escolha de domínio, que é outro aspecto que você deve abordar ao comparar as plataformas.

WordPress, Joomla, Drupal e Concrete5 são atualmente o CMS mais conhecido, carregado de recursos e confiável. Eles possibilitam iniciar e gerenciar efetivamente diferentes tipos de projetos, concedendo acesso a aplicativos, plugins, modelos e ferramentas extras.

Antes de fazer a escolha final, analise, explore e compare esses serviços. Eles atendem às suas necessidades? Eles são ricos em recursos o suficiente para permitir que você crie projetos com facilidade? Você será capaz de concluir com êxito a tarefa com algum deles ou se houver um líder definido em sua lista? As respostas a essas perguntas ajudarão você a escolher o serviço que está em conformidade com seu projeto e requisitos de web design da melhor maneira possível.

Crie um site CMS

Jeffrey Wilson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me