Como converter um site WordPress em um site HTML estático

Como converter um site WordPress em um site HTML estático


WordPress – é uma das plataformas mais flexíveis, permitindo que os usuários criem sites de qualquer tipo. Combina facilidade de uso e versatilidade em termos de personalização de página ou integração de terceiros. Milhões de sites em todo o mundo são criados usando essa popular plataforma CMS. A única tarefa que não pode ser realizada é a criação de páginas HTML estáticas.

Os proprietários de sites podem ter vários motivos para voltar às versões HTML. Alguns podem desejar maior velocidade de carregamento da página, enquanto outros se preocupam com preocupações de segurança. Qualquer que seja o motivo, o processo de conversão de um site WordPress em um site HTML estático é um grande desafio. Requer algum tempo, além de instrumentos, habilidades e pacientes especiais.

Este artigo abordará todos os problemas essenciais do processo de conversão, descrevendo os principais motivos para retornar à versão do site HTML, bem como as ocasiões em que essa ideia não funcionará..

Razões para converter o site WordPress em HTML

O CMS permite que os usuários construam sites que têm uma natureza dinâmica desde as origens. Em outras palavras, toda vez que você acessa um site WordPress, é forçado a baixar todas as páginas e conteúdo dinamicamente. Esse fato pode ter um efeito negativo na velocidade de carregamento da página.

Uma versão estática do site pode ser uma boa solução para o problema. A conversão de suas páginas baseadas em WP pode permitir que você se beneficie da estabilidade e velocidade aprimoradas do site. As preocupações com segurança parecem ser outro motivo para a conversão para um site HTML estático que não reserva espaço para hackers ou golpistas explorarem os dados do site. Ao mesmo tempo, nenhum armazenamento dinâmico de dados significa carregamento mais rápido da página.

Resumindo os motivos, pode ser necessário converter seu site devido ao seguinte:

  • Objetivos de segurança – não é necessário que os servidores renderizem páginas toda vez que um novo usuário visita seu site. O único código HTML enviado em vez de dificultar a exploração dos dados pelos hackers.
  • Desempenho mais rápido – as páginas dinâmicas carregam mais lentamente se comparadas às versões estáticas, pois não é necessário que os servidores gerem páginas e dados em movimento.
  • Menos erros – páginas estáticas pretendem oferecer melhor estabilidade. Eles são menos propensos a erros relacionados à conexão com o banco de dados.

Apesar do fato de as páginas estáticas parecerem mais confiáveis, a natureza dinâmica do WordPress dificilmente é uma desvantagem. Tudo dependerá do tipo de site, sua estrutura, quantidade de páginas, volume de conteúdo etc. Em outras palavras, ter uma versão estática nem sempre é uma boa ideia.

Leia também:
Construindo um site WordPress – um tutorial completo sobre como criar seu próprio site WordPress.

Prós e contras de converter seu site WordPress

Antes de iniciar o processo de conversão, você precisa perceber claramente se o seu tipo de site será específico..

Prós:
Contras:
&# x2714; Uma boa idéia para sites pequenos, com uma estrutura simples e pouco conteúdo. A idéia funcionará para portfólios, arquivos on-line e outros sites sem funcionalidade complexa.
&# x2714; Não há necessidade de atualizar seu site HTML estático. O WordPress exige plugins regulares e atualizações de widgets. Com HTML estático, você não precisa se preocupar com esses processos..
&# x2714; Acesso mais simples ao código subjacente. Você não precisa acessar modelos HTML ou CSS, como no WordPress. Todo o código fonte está bem na sua frente com todos os elementos que você pode precisar.
✘ Não funcionará em sites com uma estrutura mais complexa e grandes volumes de conteúdo.
Lack A falta de funcionalidade. Sempre que você quiser adicionar uma nova opção ou recurso, também será necessário ter boas habilidades de codificação.
Functionality Funcionalidade de design limitada. Depois de decidir mudar a aparência do site estático, você terá que lidar com a reescrita de CSS, o que é um grande desafio.

Se você não possui formação técnica suficiente, contratar um desenvolvedor profissional é a única solução para personalizar seu site HTML estático. Deste ponto de vista, o WordPress parece mais flexível e fácil de usar. Você precisa pensar duas vezes antes de converter seu site, levando em consideração seu tipo, estrutura futura, conteúdo, usabilidade, etc. Mesmo um blog simples com artigos atualizados diariamente pode se tornar um desafio.

Leia também:
Mudando do WordPress para o Wix – um guia passo a passo detalhado de como converter seu site WordPress no Wix ‘one.

Maneiras de migrar do WP para uma versão HTML estática

Se você decidiu converter o site em uma versão HTML estática, poderá escolher vários caminhos. Alguns deles são bastante simples, enquanto outros exigem um fundo específico. Neste artigo, fizemos o possível para cobrir todas as opções disponíveis.

1. Use plugins

Todo o processo de migração de sites pode parecer um negócio complicado. No entanto, alguns plugins tornarão a tarefa um pouco mais fácil de concluir. Vamos dar uma olhada em alguns dos plugins mais populares disponíveis para usuários do WP:

  • Plugin simplesmente estático para WordPress. Inicialmente desenvolvido como um plugin de código aberto, foi desenvolvido para atender às necessidades de conversão dos usuários. O plug-in realmente cria uma cópia HTML do site com todas as páginas da versão original do WP. O processo de conversão com o Simply Static abrange JS e CSS, imagens ou outros tipos de arquivos que contêm links. Outro ótimo recurso é a capacidade do plug-in de substituir, na verdade, todos os tipos de URLs, incluindo offline, relativo ou absoluto.
  • WP2Static Plugin. Um instrumento fácil de usar e poderoso para lidar com o processo de conversão rápida. É capaz de gerar toda a cópia do site, transformando-a em uma versão HTML estática com todas as páginas. Os usuários são livres para definir várias tarefas e metas de exportação para cada projeto separado. Ele vem com recursos gratuitos de hospedagem no GitHub, além de integração com ferramentas de CI.

2. Use geradores de sites

Geradores de sites estáticos populares também podem ser uma boa solução. Eles agem praticamente da mesma maneira que os plugins, embora com algumas pequenas diferenças. aqui estão alguns exemplos:

  • Jekyll gerador de site estático. A ferramenta é perfeita para quem precisa converter sites pequenos, como blogs ou portfólios. Suportado pelo GitHub, ele usa diretórios de modelos prontos com diferentes formatos de texto e arquivo. Ele não apenas converte o site, mas também o gera para gerar uma versão HTML estática estável.
  • Pelicano gerador de site estático. Este instrumento pode funcionar para aqueles que lidam com formatos como Markdown ou AsciiDoc. Um grande benefício é que o gerador de sites possui recursos especiais que facilitam a geração de arquivos do mapa do site, o que é crucial. Ao mesmo tempo, suporta feeds RSS, ferramentas analíticas, integração com plataformas de mídia social, etc..
  • HTTrack converter um site WP para HTML estático. É um bom instrumento para quem deseja verificar a aparência do site após a conversão, mas antes de entrar on-line. O sistema vem como uma plataforma de código aberto com a funcionalidade de baixar o seu site mantendo a mesma estrutura. Ele usa armazenamento local com diretórios criados especificamente para os arquivos e imagens do site. Ao mesmo tempo, o HTTrack cria o HTML do site, permitindo que você navegue no projeto off-line.

Em outras palavras, você obtém um site espelho que foi baixado na unidade local. Ele tem a mesma estrutura do seu projeto WP inicial com todo o conteúdo gerado dinamicamente, incluindo comentários em publicações recentes, artigos relacionados etc..

A principal desvantagem é que você precisará compactar os arquivos, pois a ferramenta os salva separadamente. Além disso, o sistema é bastante complicado de usar. Você deve saber como acessar o gerenciador de arquivos ou o cliente FTP para fazer upload do arquivo morto com o conteúdo e os arquivos do site com sua extração posterior, dependendo do diretório.

3. Conversão manual em HTML

Em alguns casos, é melhor criar um novo site HTML em vez de optar por ferramentas de migração. Não se trata apenas de questões técnicas ou de complexidade. Alguns geradores de sites estáticos não oferecem suporte a elementos vitais do site, como formulários de contato, ferramentas nativas de navegação WP, etc. Em outras palavras, você pode encontrar sua versão estática com alguns blocos cruciais ausentes..

É aqui que a criação de um novo site HTML a partir do zero pode parecer uma solução mais rápida e eficaz. Aqui está o porquê:

  • Processo de instalação complicado. Como você entendeu no artigo, converter seu site WP por conta própria é um aborrecimento. O processo requer que o projeto seja mobilizado para um subdomínio primeiro. Você precisará fazer o download de todos os arquivos e plugins para o domínio original.
  • CDN pode ser necessário. O site HTML estático pode solicitar a configuração da rede de entrega de conteúdo. Mais uma vez, você precisará lidar com o processo por conta própria. CDN é vital para gerenciar ativos do site.
  • Configurando redirecionamentos. Infelizmente, para os proprietários de sites, plugins e geradores de sites geralmente não lidam com redirecionamentos 301 ou 302 reais. A única maneira de lidar com os redirecionamentos é configurá-los no painel de hospedagem do site..
  • Tempo necessário. Você está errado se acha que o processo de conversão é rápido. Pode demorar bastante tempo. Os instrumentos de conversão não apenas implantam algumas das páginas de elementos do site. Eles lidam com o processo de republicação de todo o projeto, o que dificilmente é questão de algumas horas. Quanto maior o site que você tiver, mais tempo levará para migrar.
  • Falta de funcionalidade. Os geradores de sites estáticos não oferecem suporte a algumas seções essenciais do site, como formulários de contato, comentários, etc. Você precisará procurar outras maneiras.

Como você pode ver, o processo de conversão do site do WP em HTML não é tão rápido e simples quanto você imagina. Desse ponto de vista, poderia ser uma idéia melhor apresentar um novo projeto com todas as páginas e seções funcionando sem problemas em vez de redirecionar seus visitantes para a página 404 não encontrada.

A linha inferior

Converter o site do WordPress em uma versão HTML estática pode parecer uma boa solução para alguns problemas. Pode ser uma saída para sites pequenos e menos complexos, que exigem maior velocidade de carregamento, maior estabilidade ou segurança. Por outro lado, o processo é muito complicado e requer um conhecimento profundo.

Além disso, não é só você escolher uma ferramenta e converter o site em apenas alguns cliques. É um processo complicado e duradouro que nem sempre resulta no que você espera. Você precisa considerar várias opções, incluindo a construção de um novo site HTML do zero.

Crie um site gratuitamente

Jeffrey Wilson Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
follow me